Parceria Clínicas Einstein e healthtech Nilo coloca tecnologia a favor da atenção primária à saúde

O paciente abre o celular e envia ao Einstein uma mensagem perguntando: “Acordei com febre, é normal no tratamento?” Em poucos minutos, recebe a resposta. Por trás dessa situação de rotina está uma parceria entre as Clínicas Einstein e a startup Nilo com o objetivo de aumentar o engajamento dos pacientes, promover saúde e assegurar um acompanhamento mais próximo.

As Clínicas Einstein é uma área da Medicina Diagnóstica Ambulatorial, do Einstein, que segue o modelo voltado à Atenção Primária à Saúde. Isto é, é responsável por realizar a coordenação do cuidado do paciente e propor ações para prevenir doenças, acompanhar tratamentos e promover uma vida mais saudável.

Segundo dados da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), de 80% a 90% das necessidades de saúde de uma pessoa ao longo da vida podem ser tratadas pela atenção primária. 

“Não consigo enxergar a coordenação do cuidado sem uma tecnologia atrelada para a garantia de um sistema de saúde sustentável”, diz Natália Gonçalves Brito, coordenadora de enfermagem das Clínicas Einstein e Atenção Primária à Saúde Digital.

Entre as tarefas da profissional está criar as linhas de cuidado específicas para cada pessoa atendida pelas Clínicas Einstein, acompanhar se consultas, exames e tratamentos estão sendo realizados e acionar os diferentes profissionais da equipe multidisciplinar — como médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas etc. — envolvidos. Isso sem falar em organizar o contato com os pacientes, como o exemplo que abre este texto. Daí a necessidade de uma tecnologia para centralizar as informações e processos em um só lugar.

A parceria entre o Einstein e a Nilo

Em busca de uma ferramenta que pudesse realizar todas essas tarefas, ela conheceu a Nilo, startup fundada por Isadora Kimura e Victor Marcondes e que desenvolveu uma plataforma (SaaS) para gestão e engajamento dos pacientes.

“A startup me chamou a atenção por dois motivos. O primeiro é integrar o ecossistema da Eretz.bio e ter sido uma incubada em 2020 e em 2021. O segundo é a equipe ter sido transparente desde o começo sobre as possibilidades de personalização da ferramenta e os prazos envolvidos, o que trouxe mais segurança na hora de fechar negócio”, explica.

A Eretz.bio, aliás, conta com uma equipe que tem entre seus objetivos justamente identificar e viabilizar o uso de novas soluções inovadoras pelas áreas internas do hospital: o Escritório de Validação de Novas Tecnologias, que conduziu a parceria com a Nilo.

“Posso usar a ferramenta da Nilo de diversas formas. Eu consigo classificar a necessidade do paciente. Posso especificar se é uma pessoa engajada, se é desengajada. E também posso personalizar as linhas de cuidado e já fazer os registros no prontuário do paciente, que é integrado ao do Einstein, atributo muito importante para nós”, diz Natália.

“Além disso, permite que eu faça a comunicação com meu paciente dentro da própria plataforma. Para o paciente, não muda nada. Ele abre o WhatsApp e nos envia uma mensagem. Já minha equipe recebe essas mensagens dentro da plataforma da Nilo e não precisa ficar alternando entre diversos aplicativos. Também posso enviar essas conversas a todos os profissionais envolvidos no cuidado daquele paciente e tenho acesso ao histórico sempre que necessário”, acrescenta.

Antes, a equipe da Atenção Primária à Saúde das Clínicas Einstein usava e-mail e mensagens de texto, além do próprio aplicativo do WhatsApp para se comunicar com os pacientes.

“Com a integração da plataforma da Nilo ao WhatsApp, a taxa de retorno das mensagens que enviamos aos pacientes subiu de 30% para 60%. Mas, mais importante que isso, foi ver o tempo de primeira resposta da equipe Einstein. Agora é de cerca de 20 minutos, o que é muito rápido”, explica a coordenadora.

“Essas tecnologias facilitam o acompanhamento e a supervisão contínua do paciente e o ajuste dos planos de cuidados conforme necessário”, completa.

Para a CEO e cofundadora da Nilo, Isadora Kimura, uma das vantagens da parceria tem sido atuar lado a lado com uma instituição de excelência em saúde e poder mensurar os resultados alcançados.

“Embarcar nesta parceria de alto impacto com uma líder de excelência em saúde como o Einstein tem sido uma experiência única para a Nilo. A sinergia entre expertise e tecnologia nos tem permitido encontrar, com inovação e determinação, as melhores soluções para desafios organizacionais e tecnológicos, alcançando, assim, resultados tangíveis e mensuráveis de negócio”, diz.

Isadora afirma, ainda, que a parceria não apenas reforça o compromisso da Nilo com a inovação mas também destaca a dedicação mútua para a construção de uma abordagem na qual o paciente é o foco. “Ao construir uma jornada mais humana, personalizada e centrada no paciente, não estamos apenas alcançando marcos significativos na melhoria em eficiência operacional, mas o que é mais importante: estamos transformando vidas.”

A plataforma da Nilo está liberada a pacientes elegíveis das Clínica Einstein, que recebem um número de telefone após passar por um médico ou um enfermeiro da família. Ao entrar em contato, já estarão automaticamente sendo atendidos a partir do sistema da startup.

Clínicas Einstein: onde o software da Nilo é usado
Veja também: Ver todas

Newsletter

Quer ficar por dentro do que acontece na Eretz.bio?